SARESP


SARESP 2012
27 e 28 de novembro de 2012
Descubra qual a importância do Saresp e o que os últimos resultados têm mostrado
No último vídeo com perguntas e respostas sobre o Saresp 2012, o Portal da Secretaria da Educação esclarece qual a importância da prova para a Educação em São Paulo, como os diretores terão acesso aos resultados e o que as últimas avaliações têm mostrado.
O exame, voltado para estudantes dos 3º, 5º, 7º e 9º anos do Ensino fundamental e da 3ª série do Ensino Médio, acontecerá nos dias 27 e 28 de novembro. O objetivo da avaliação é fornecer informações sobre a situação da escolaridade na rede pública de ensino com o intuito de melhorar a qualidade da educação.
Se você também tem dúvidas sobre o Saresp, envie suas questões para o Canal da Secretaria da Educação no Facebook ou para o email: portal@edunet.sp.gov.br. Continue acompanhando mais informações sobre a prova no Portal da Educação.



Matrizes de Referência para a avaliação - SARESP

Matriz do SARESP


SARESP
Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo
O Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo – SARESP – é uma avaliação externa da Educação Básica, realizada desde 1996 pela Secretaria da Educação do Estado de São Paulo – SEE/SP. O SARESP tem como finalidade produzir informações consistentes, periódicas e comparáveis sobre a situação da escolaridade básica na rede pública de ensino paulista, visando orientar os gestores do ensino no monitoramento das políticas voltadas para a melhoria da qualidade educacional.
Os resultados da avaliação do SARESP em Língua Portuguesa e em Matemática são passíveis de comparação com aqueles da avaliação nacional (Saeb/Prova Brasil) e aos resultados do próprio SARESP ano após ano. Dessa maneira, as informações fornecidas pelo SARESP permitem aos responsáveis pela condução da educação, nas diferentes instâncias, identificar o nível de aprendizagem dos alunos de cada escola nos anos/séries e habilidades avaliadas, bem como acompanhar a evolução da qualidade da educação ao longo dos anos.
Com a finalidade de aprofundar a análise das variáveis que interferem no desempenho, são aplicados questionários destinados aos pais e alunos, assim como a outros agentes educacionais em todas as escolas estaduais (diretores, professores das disciplinas avaliadas e professores coordenadores). Os resultados dessa avaliação servem para o monitoramento das políticas públicas na área da educação e do plano de metas das escolas, diretamente vinculados à gestão escolar e à política de incentivos da SEE/SP.

SARESP 2012
A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo – SEE/SP – realizará nos dias 27 e 28 de novembro de 2012, a décima quinta edição do Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo – SARESP, com a participação de todas as escolas da rede pública estadual que oferecem ensino regular e de todos os alunos do 3º, 5º, 7º e 9º anos do Ensino Fundamental e da 3ª série do Ensino Médio. Em cada edição, por meio de aplicação de provas cognitivas e questionários respondidos pelos pais, alunos, professores e gestores do ensino, o SARESP avalia o sistema de ensino paulista para monitorar as políticas públicas de educação.

SARESP – Relatórios Pedagógicos 2011

SARESP – Matriz de Referência 2009

IDESP
Índice de Desenvolvimento da Educação do Estado de São Paulo
O IDESP é um indicador que avalia a qualidade da escola. Nesta avaliação, considera-se que uma boa escola é aquela em que a maior parte dos alunos apreende as competências e habilidades requeridas para a sua série/ano, num período de tempo ideal - o ano letivo. Por este motivo, o IDESP é composto por dois critérios: o desempenho dos alunos nos exames de proficiência do SARESP (o quanto aprenderam) e o fluxo escolar (em quanto tempo aprenderam).
Estes dois critérios se complementam na avaliação da qualidade da escola. Isto porque não é desejável para o sistema educacional que, para que os alunos aprendam, eles precisem repetir várias vezes a mesma série/ano. Por outro lado, também não é desejável que os alunos sejam promovidos de uma série/ano para a outra com deficiências de aprendizado.
O IDESP avalia a qualidade do ensino nas séries/anos iniciais (1º a 5º anos) e finais (6º a 9º anos) do Ensino Fundamental e no Ensino Médio em cada escola estadual paulista. A metodologia utilizada no cálculo do IDESP permite que a escola acompanhe sua evolução de ano para ano. Assim, o IDESP tem o papel de dialogar com a escola, fornecendo-lhe ao mesmo tempo um diagnóstico que aponte suas fragilidades e potencialidades e um norte que permita sua melhoria constante.

IDESP - O que é o IDESP e como ele é calculado (Março/2012)


O que é ser professor? Educadores paulistas respondem com paixão e dedicação.
Ninguém aprende a aprender. Ter um instrutor, um mestre ou um educador é algo tão necessário que nos acompanha desde o início da vida. Aprendemos com nossos pais a andar, falar, se comportar e socializar, mas assim que chegamos a uma certa idade, a família já não é o suficiente, temos que aprender com quem passou a vida toda trabalhando para nos ensinar. Hoje, a internet pode ser uma grande fonte de conhecimento, mas ninguém ensina tanto quanto com um professor.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário